Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As leituras de 2015 ainda agora estão a começar e os desafios literários também. Para quem gosta de seguir blogues acerca de livros, talvez não seja novidade que A Mulher Que Ama Livros, ou seja, a Cláudia, tenha lançado uma lista muito especial, uma espécie de boletim, com ideias que considero excelentes para os LHA, com uma espécie de linhas orientadoras para quem tem tendência a dispersar-se.

Então, aqui fica o boletim da Cláudia:

 

Pessoalmente, não conto seguir o boletim de fio a pavio, mas sim retirar ideias. No entanto, para os leitores que gostam de se testar, nada melhor do que um desafio bem estruturado como este para não se esquecerem dos seus objectivos literários.

Além das sugestões desta lista, adiciono outros meus:

- Um livro que tenha ganho um Prémio Nobel da Literatura anterior à data em que nasceste

- Um livro recomendado por alguém mais velho (pais ou professores, por exemplo)

- Um livro recomendado por alguém mais novo

- Um livro de ensaios

 

Boas leituras!

(E obrigada à Cláudia pela partilha!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em 2015, Mark Zuckerberg vai...

por BeatrizCM, em 03.01.15

Fonte: The Reading Room

 

AH, adoro saber que o amor aos livros e a tudo o que de bom eles trazem para a nossa vida se vai espalhando e tornando viral. A mensagem vai chegando a cada vez mais pessoas, conquistando cada vez mais "território", qual evangelização literária, e até grandes personalidades como Mark Zuckerberg (criador do Facebook, para os mais desatentos) já se propõem a desafios literários para 2015. Diga-se de passagem que os desafios que lhe propuseram também me caíram no goto e vou pensar em seguir um pouquinho essas ideias.

O que interessa é desmistificar a ideia de que ler é uma seca e, se indivíduos com relevância para o público derem o exemplo, pode ser que a nova geração (a minha e as que se seguem) - mais ligada à Internet, ao formato digital e à cultura de digestão rápida - se volte a entusiasmar com o tradicional bloco de papel, que é tanto mais do que isso.

Já agora, não se esqueçam de visitar a página que o Mark criou, A Year of Books. Já a fui espreitar e promete criar o bichinho dos livros em muita gente - até já foi lá deixada a crítica ao primeiro livro do ano!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D